O dia mundial do pobre compõe o calendário anual das iniciativas Igreja católica mundial. Em 2017 aconteceu a I jornada Mundial dos pobres, onde o papa Francisco convidou a igreja inteira a participar por meio de ações solidárias, e assumirem  a cultura do encontro. Este ano o tema trouxe a inspiração do salmo 34: “‘Este pobre grita e o Senhor o escuta’ (Sl 34,7).

Para celebrar o dia do pobre, a Arquidiocese de Palmas em parceria com o hemocentro, promoveu a campanha entre fiéis para doação de sangue, com o objetivo de conscientizar as pessoas. Através de ato voluntário para manter o estoque de bolsas de sangue na hemorrede e ajudar aqueles que necessitam.

Segundo o Arcebispo Metropolitano Dom Pedro Brito Guimarães, esse ano a Arquidiocese optou por fazer parceria para ajudar no estoque do hemocentro, pois eles estão sempre precisando de sangue. E diferente dos outros anos, onde eles promovem arrecadação de roupas e alimentos, neste, resolveram priorizar a conscientização. Além disso, o dia do doador também foi comemorado dia 25 de novembro.  

Durante a ação três Paróquias receberam a unidade móvel como forma de aproximar a população do Hemocentro de Palmas. A catedral de Palmas, Casa de Maria e a Igreja Nossa Senhora Aparecida, em Taquaralto, foram escolhidas como ponto de coleta. 
O levantamento feito pelo centro de captação apontou que foram coletadas 42 bolsas de sangue e 29 cadastros de medula óssea.