Arquidiocese de Palmas

Arcebispo do Iraque: verdadeiros muçulmanos devem pedir perdão às vítimas do Estado Islâmico

MADRI, 30 Mar. 16 / 08:30 pm (ACI/Actuall).- Dom Bashar Matti Warda é arcebispo caldeu de Erbil (Iraque) e por ocasião da visita de um grupo de voluntários da plataforma CitizenGo, quis expor suas impressões a respeito dos conflitos do Ocidente com o Estado Islâmico (ISIS) e as diferenças destes com o verdadeiro Islã. Para o arcebispo aqueles que praticam o verdadeiro Islã devem pedir perdão às vítimas do Estado Islâmico.

Warda afirmou ao editor do CitizenGO em espanhol, Luis Losada, que em diversas ocasiões se reuniu com líderes de outras igrejas, inclusive representantes muçulmanos. Explicou que para eles, as ações terroristas perpetradas pelo Estado Islâmico não representam o Islã. Entretanto, ele considera que os vídeos publicados pelo ISIS sempre estão vinculados aos versículos do Corão ou textos relacionados com a história do Islã.

Por isso, o arcebispo destacou que não basta condenar as ações terroristas que realizam, como fazem estes líderes, mas “necessitamos declarações que peçam um autêntico perdão às vítimas do ISIS”, pois o Estado Islâmico “está cometendo todos seus crimes em nome do Islã, em nome de Alá” e se houver alguém que acredite no verdadeiro Islã, “pedirá perdão às vítimas”.

 

Além disso, está convencido de que se houver este perdão, a próxima geração entenderá que estes acontecimentos não devem repetir-se. “Este perdão representa uma autêntica oportunidade, um passo muito importante para formar as futuras gerações a fim de que não cometam estes crimes novamente”, 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X