Arquidiocese de Palmas

Campanha da Fraternidade é aberta na Catedral

Na noite da quinta-feira, dia 23, a Campanha da Fraternidade 2012 foi oficialmente aberta na Arquidiocese de Palmas, em celebração presidida por Dom Pedro Brito Guimarães na Catedral Metropolitana. Na ocasião, havia 22 padres e seis diáconos da Arquidiocese, além do sr. Ronaldo Foloni, diretor do Hospital Geral de Palmas (HGP) e profissionais da saúde pública.

Antes da celebração, houve um momento de testemunhos. A sra. Rosana, técnica em saúde da Unidade de Pronto Atendimento Sul, afirmou que as pessoas não estão habituadas a agendar consultas e que, em Palmas, ainda há a dificuldade em atrair médicos especialistas. “Todas estas situações dificultam os nossos trabalhos na UPA”, disse a técnica. Já a irmã Maria Lúcia, da comunidade Sementes do Verbo, falou sobre o papel humanizador que a Igreja Católica vem desenvolvendo no HGP há sete anos. “Nós promovemos a saúde espiritual dos enfermos e dos acompanhantes, visitando todos os leitos com a Palavra de Deus e levando sacerdotes para a administração dos sacramentos”, contou a religiosa.

Dom Pedro, em sua homilia, explicou a simbologia do cartaz da Campanha da Fraternidade, cujo tema é Fraternidade e Saúde Pública e o lema “Que a saúde se difunda sobre a terra”. “Este cartaz apresenta o modo ideal que o médico deve atender o paciente”, afirmou o arcebispo.

Um dos pontos mais marcantes da abertura da Campanha foi a administração do sacramento da Unção dos Enfermos sobre diversas pessoas da assembleia que estavam com a saúde gravemente debilitada. O sacramento foi administrado pelo arcebispo e pelo pároco da Catedral, padre Ricardo Fernandes.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X