Arquidiocese de Palmas

CARTA DOS LEIGOS E LEIGAS DA ARQUIDIOCESE DE PALMAS

Palmas, 29 de março de 2016.

Vivendo com alegria o tempo pascal, com o Ressuscitado em nosso meio, saudamos a todos e todas que receberem esta carta! Seguindo os passos de Jesus Cristo e buscando viver nossa vocação de discípulos e missionários na Igreja de Palmas, nós leigos e leigas representantes da Arquidiocese de Palmas, nos encontramos entre os dias 11 e 12 de março de 2016 no salão paroquial da paróquia Santo Antônio de Pádua para celebrar, estudar, partilhar a fé e as experiências de igreja povo de Deus e reestruturar o nosso Conselho Arquidiocesano de Leigos e Leigas de Palmas – CALP. Com a presença de 13 paróquias e 10 movimentos, organismos, pastorais e serviços iniciamos o nosso encontro cantando “o luz do Senhor que vem sobre a terra inunda meu ser permanece em nós, o luz do senhor que vem sobre a terra inunda meu ser permanece em nós” com esta oração pedimos que o Espírito Santo abençoasse o nosso encontro e nos fizesse firmes na caminhada. Celebramos invocando o tema de nosso encontro “somos Sal da Terra somos Luz do mundo” aclamando a Palavra do Evangelho de Jesus com o seguinte refrão “vós sois o sal da terra e a luz de Cristo também, se o sal perde o sabor o reino dele não vem”. Fomos acolhidos pelo Pe. Edson Fernandes, assessor eclesiástico do Setor de Leigos arquidiocesano, e anfitrião, que ressaltou a importância da participação dos leigos e leigas na caminhada de nossa igreja. Os leigos e leigas são a maioria na igreja e a igreja não vive sem sua participação, disse Pe. Edson. Fizemos a memória da organização do laicato em nossa Arquidiocese desde 1998 e nossa caminhada de rearticulação desde 2013 em unidade com o Regional Norte3 da CNBB. Nossa assembleia foi assessorada por nosso querido irmão Leigo Cristão Antônio Geraldo Aguiar, ex-presidente do CNLB e assessor de Formação do CNLB, que iniciou sua fala destacando sobre os documentos da igreja que fala da Igreja Povo de Deus e do Protagonismo dos cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade, e trouxe a fala do papa Francisco que deseja uma Igreja em saída e que o leigo seja uma presença efetiva nas diferentes realidades da sociedade. Na manhã do segundo dia de assembleia, nosso Arcebispo de fez presente, e nos deixou uma mensagem de fé e coragem. Expressou o seu desejo, apoio e
encorajamento para que o Conselho de Leigos da Arquidiocese de Palmas se consolide e seja uma forte presença nas ações da Igreja de Palmas e atuante na sociedade. Afirmou que conta com a efetiva participação do Conselho no Ano do Laicato, em 2017, que faz parte do Plano de Evangelização da Arquidiocese. Debruçamos-nos no estudo de nossa missão na igreja e na sociedade tendo como luz o Evangelho e os documentos da igreja com o desafio de superar as barreiras do comodismo com o risco de nos fecharmos aos apelos do mundo. Na tarde reafirmamos a necessidade de reestruturar o nosso Conselho Arquidiocesano de Leigos e Leigas e sua contribuição para a representação eclesial e sobretudo sua função de articular os leigos nos mais variados serviços e organismos de nossa Igreja de Palmas. Elegemos uma nova diretoria: Presidente Maria do Espírito Santo (PJ); Vice – Presidente: José Heitor da Silva (Novas Comunidades); 1ª Secretária: Meire Gomes de Oliveira (Par. Mãe Rainha), 2ª Secretária: Maria de Nazaré Fortaleza (Par. São João Batista); 1º Tesoureiro: Antônio (M.L.O – Par. São Luis Orione) e 2º Tesoureira: Maria das Mercês (par. Santa Tereza D´Avila) e assessores da Diretoria: Iracy F. da Silva e Samuel dos Reis Viana. Encerramos a nossa assembleia ouvindo as palavras do profeta Isaias 68 dizendo que o jejum que agrada ao senhor é: libertar os cativos. O senhor ressuscitou aleluia, aleluia, que a Ressurreição do Senhor seja nossa força e nossa esperança! Feliz Páscoa! Comissão organizadora da Assembleia de Rearticulação do CALP.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X