Arquidiocese de Palmas

Comunidade Doce Mãe de Deus celebra seu aniversário de fundação

No dia em que a Comunidade Doce Mãe de Deus comemora seus 24 anos de existência, a festividade ganha mais beleza por marcar a abertura do seu Ano Jubilar. Em missa campal realizada nesta quinta-feira, 29, na quadra em que reside a comunidade na capital tocantinense, os sentimentos eram de alegria, compromisso e fé.

Integrantes da Comunidade Doce Mãe de Deus viverão um Ano Santo dentro de seu Carisma de ?Testemunhas do mistério da Salvação de Cristo pelo amor da Cruz?. Com cânticos que falavam aos corações, a celebração eucarística foi acompanhada por diversos fiéis.

Presidida pelo padre Tiago, da comunidade Sementes do Verbo, a celebração seguiu a liturgia do dia, que contemplava o martírio de são João Batista. Na homilia, o celebrante fez analogia entre o evangelho e o aniversário da instituição e acrescentou que João Batista nos faz lembrar nosso batismo e completou dizendo que o carisma potencializa, eleva as vocações batismais.

Para o sacerdote, João Batista é modelo de consagração a verdade e a verdade é Jesus Cristo, ?somos chamados a sermos testemunhas desta Verdade?.

Ainda durante a homilia, o padre destacou que ?quando a Igreja reconhece um carisma, diz que a Comunidade possui elementos necessários para que seus membros encontrem a santidade?. ?Carisma é uma profecia para o tempo em que está? e fazendo alusão ao salmo do dia finalizou ?desejo que possam abraçar isso como o salmista disse: minha boca anunciará vossa justiça?.

O Ano Jubilar foi aberto oficialmente na casa mãe da comunidade,em João Pessoa-PB na quarta-feira, 28, concedido por decreto do papa Francisco, que também oferece indulgência plenária a todo povo de Deus para este tempo de graças.

Ao final da missa, os presentes foram convidados a visitar a capela da Comunidade e a saborear o bolo da festa. Segue abaixo trecho do decreto que concede as indulgências.

Decreto

A Penitenciaria Apostólica, por mandato do Sumo Pontífice, concedeu voluntariamente um Ano Jubilar com a Indulgência Plenária, obtidas com as condições habituais (Confissão Sacramental, Comunhão Eucarística e Oração segundo as intenções do Sumo Pontífice) para os fiéis que, verdadeiramente arrependidos, visitarem, em forma de peregrinação, qualquer lugar Santo da Comunidade “Doce Mãe de Deus”, e devotamente participarem, neste lugar, das celebrações definidas do Jubileu ou, pelo menos, que se dedicarem por um tempo adequado a piedosas meditações, concluindo com a Oração do Pai Nosso, o Credo e invocações à Santa Mãe de Deus nas seguintes datas: 28 de agosto de 2013, quando o Ano Jubilar será solenemente inaugurado; 29 de setembro de 2013, a festa de São Miguel Arcanjo; 04 de outubro de 2013, a festa de São Francisco de Assis; 11 de agosto de 2014, a festa de Santa Clara de Assis; 31 de agosto de 2014, quando o Ano Jubilar será solenemente fechado.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X