Amado, amada de Deus, tenho sede de amar!

 

Hoje acordei com a sede de amar. Gastei muitos dos meus neurônios para decidir como repassar esta minha sede a você, amado, amada de Deus, que certamente tem esta mesma sede que tenho: “sede de amar!” Vasculhando minhas gavetas, encontrei o recorte de um poema, de um autor desconhecido, denominado de: “ame!” Então, decidi compartilhá-lo com você. Ouça:

“Simplesmente ame. Ame a lembrança que se tem da infância, aqueles mil e um roxos nos joelhos e os primeiros passos de patins.

Ame quando você for criança e achar que seu pai é o homem mais grande desse mundo, mas ame mais quando você descobrir que ele é sim o mais importante.

 Ame o abraço de uma amiga verdadeira que você descobriu e que juntas vocês conquistaram o mundo, apenas sentadas de baixo de uma árvore.

Ame quando você descobrir que não existe só uma amizade assim, e que no decorrer da vida você descobre que cada pessoa passa por você na fase certa, fazendo disso, a única naquele momento.

Ame um sorriso seu, mas ame mais um sorriso pra você.

Ame a primeira flor e bombons que você ganhar, guarde a caixa e suspire inúmeras vezes quando olhá-la.

Ame aquela ligação de madrugada das suas amigas berrando e dizendo que amam você. Ame mais ainda aquela outra ligação, no começo da noite pra te desejar um “dorme bem”.

Ame o abraço da sua mãe depois de uma longa conversa sobre amores e amigos.

Ame aquele domingo em família.

Ame todos seus aniversários.

Ame as borboletas, mas ame mais quando elas voarem dentro de você e ai sim, ame.

Ame e ame demais seu pai e sua mãe em todo o momento.

Ame suas primas.

Ame aquelas férias de uma semana, a qual você conheceu pessoas eternas.

Ame aquela velha e boa amiga do tempo de criança que diz “eu sempre torci por você” a cada derrota ou vitória sua.

Ame a saudade, mas ame mais ainda a hora de matá-la.

Ame crianças e bagunça e cães, é claro.

Ame e festeje o pôr do sol, mas ame mais ele nascendo.

Ame o primeiro amor, e encontre o segundo para amar ainda mais.

Ame uma festa até às seis da manhã, mas ame mais o dez que você tirou na prova que vinha na manhã seguinte.

Ame sua sorte, seu cabelo e seu perfume.

Ame o sol.

Ame as suas músicas.

Ame seus medos, ame o que passou, o que está acontecendo e o que está por vir, apenas ame...

E depois de um tempo que você amar, se amar... comece tudo de novo mas dessa vez, faça diferente, ensine alguém a amar... você!”

Um bom dia e fique com Deus!