*Texto coloquial, sem revisão gramatical, transmitido pela Rádio liberdade AM 690

 

Amado, amada de Deus, tenho sede de vencer a mim mesmo!

 

Nascemos de uma vitória. Nascemos para vencer. Nascemos para sermos vencedores. Até aqui, tudo bem. Mas é preciso que se pergunte e se responda: o que vencer? E a quem vencer?

Comumente atribuímos vitória sobre os outros. Comemoramos dias a fio a vitória sobre o outro. Vencer a nós mesmos. Há um provérbio que diz que “se você conhece os outros, você é sábio. Mas se conhece a si próprio então é um iluminado”. Se você somente vence o outro, você é um vencedor. Mas se vence a si mesmo, você é mais que um vencedor, é um super-vencedor. Melhor dizendo: “quem vence alguém é vencedor, mas quem vence a si mesmo, é invencível” ( Dizia Platão que “vencer a si mesmo é a maior das vitórias”. A sua maior vitória é sobre você mesmo. E a sua maior derrota é não vencer a si mesmo. Quem não se vence, perde, é derrotado.

O maior inimigo do nosso crescimento e, portanto, das nossas vidas somos nós mesmos. É duro vencer a nós mesmos. Somos duros demais na queda, somos complacentes e coniventes demais conosco. Não nos deixamos vencer facilmente.

Não sei se você assistiu, amado, amada de Deus os jogos paraolímpicos.Por onde começar a vencer a si mesmo? Pelo começo. “O começo é a metade do todo”, diz o velho e sábio Platão.

É como diz Mario Palestras: “Para vencer ao outro, muitas vezes uma palavra basta, para atingir um ponto de fragilidade e derrubá-lo, ou em outras situações, um silêncio pode deixar o outro sem ação e simplesmente entregar os pontos. Da mesma forma uma palavra certa, colocada no momento certo num ponto de fortaleza do outro, pode elevá-lo, erguê-lo, transformá-lo. Mas vencer a si mesmo requer acreditar em seu diálogo interno, aceitar aquilo que pensa e agir de acordo. Assimilar o que muitas vezes pensa, imagina, mas não consegue praticar”. 

Portanto, amado, amada de Deus, para rememorar o que foi dito e para guardar no coração, ouça bem e com a devida atenção, este texto: “saiba dominar-se e vencer a si mesmo. Vitorioso não é aquele que vence os outros, mas o que se vence a si mesmo. Dominando seus vícios e superando seus defeitos. A vitória sobre si mesmo é muito mais difícil, e quem consegue isto pode ser classificado como verdadeiro herói. Aprenda a dominar-se, e jamais desanime. Se desta vez não conseguiu, recomece e um dia sairá vitorioso” ( Carlos Torres Pastorino).

Você saberia me dizer, amado, amada de Deus: Quais são e contra quem são as maiores batalhas que você trava em sua vida? E você consegue se vencer facilmente?

Um bom dia e fique com Deus!