Arquidiocese de Palmas

Deus não fica nas aparências, vai ao coração do homem, afirma Papa Francisco

Vaticano, 19 Jan. 16 / 11:30 am (ACI).- Na Missa que se celebrou hoje na capela da Casa Santa Marta, o Papa Francisco explicou que Deus vê além das aparências e que “não existe santo sem passado nem pecador sem futuro”.

O Santo Padre comentou a primeira leitura da liturgia do dia que narra a eleição de Davi por parte do profeta Samuel. Uma eleição longe dos critérios do homem porque “o Senhor vê o coração”, expressou.

“Estive lendo esta vida (a de Davi) de um menino, um menino não, era um jovem, um jovem a um idoso, ele fez muitas coisas boas e outras não tão boas, e acredito que no caminho cristão, no caminho que o Senhor nos ensinou a seguir, entendo que não existe santo sem passado, nem pecador sem futuro”.

O Pontífice explicou durante a homilia que “tantas vezes somos escravos das aparências, escravos das coisas que aparecem e nos deixamos levar por essas coisas: ‘Mas isso parece …’ Mas o Senhor sabe a verdade”.

“É assim esta história. Passam os sete filhos de Jessé e o Senhor não escolhe ninguém, os deixa passar. Samuel se encontra um pouco em dificuldade e diz ao Pai: ‘A este tampouco o Senhor escolheu? ’. ‘Estão aqui todos os teus filhos? ’. ‘Resta ainda o mais novo, que está apascentando as ovelhas’. Aos olhos dos homens, este jovem não contava”, expressou o Papa.

O Senhor o escolhe e ordena a Samuel ungi-lo, e o Espírito do Senhor “se apoderou de Davi”. E, a partir daquele dia, “toda a vida de Davi foi a vida de um homem ungido pelo Senhor, eleito pelo Senhor”.

 

“Então, o Senhor o fez santo?”, pergunta-se Francisco. “O Rei Davi é o Santo Rei Davi, isso é verdade, mas Santo depois de uma longa vida”, com muitos pecados.

“Santo e pecador. Um homem que soube unir o Reino, soube levar adiante o povo de Israel. Mas tinha as suas tentações… tinha seus pecados: foi também um assassino”, recordou.

“Mas o Santo Rei Davi matou? Mas quando Deus enviou o profeta Natã para que visse esta realidade, porque ele não tinha se dado conta da barbárie que havia ordenado, reconheceu: ‘pequei’. E ‘pediu perdão’”.

O Santo Padre continuou contando a história e disse que Davi “sofreu na carne a traição do filho, mas nunca usou Deus para vencer uma causa própria”.

Davi também foi magnânimo porque poderia matar Saul, “mas não o fez”. “Para mim – confessou o Papa – me comove a vida deste homem”.

“Todos fomos escolhidos pelo Senhor para o Batismo, para estar no seu povo, para ser Santos; fomos consagrados pelo Senhor neste caminho da santidade”, concluiu.

Primeira Leitura do dia:

1 Samuel 16,1-13

Naqueles dias, o Senhor disse a Samuel: “Até quando ficarás chorando por causa de Saul, se eu mesmo o rejeitei para que não reine mais sobre Israel? Enche o chifre de óleo e vem, para que eu te envie à casa de Jessé de Belém, pois escolhi um rei para mim entre os seus filhos”.

Samuel ponderou: “Como posso ir? Se Saul o souber, vai me matar”. O Senhor respondeu: “Tomarás contigo uma novilha da manada, e dirás: ‘Vim para oferecer um sacrifício ao Senhor’. Convidarás Jessé para o sacrifício. Eu te mostrarei o que deves fazer, e tu ungirás a quem eu te designar”. Samuel fez o que o Senhor lhe disse, e foi a Belém. Os anciãos da cidade vieram-lhe ao encontro, e perguntaram: “É de paz a tua vinda? ” “Sim, é de paz”, respondeu Samuel. Vim para fazer um sacrifício ao Senhor. Purificai-vos e vinde comigo, para que eu ofereça a vítima”. Ele purificou então Jessé e seus filhos e convidou-os para o sacrifício.

Assim que chegaram, Samuel viu a Eliab, e disse consigo: “Certamente é este o ungido do Senhor! ” Mas o Senhor disse-lhe: “Não olhes para a sua aparência nem para a sua grande estatura, porque eu o rejeitei. Não julgo segundo os critérios do homem: o homem vê as aparências, mas o Senhor olha o coração”. Então Jessé chamou Abinadab e apresentou-o a Samuel, que disse: “Também não é este que o Senhor escolheu”. Jessé trouxe-lhe depois Sama, e Samuel disse: “A este tampouco o Senhor escolheu”.

Jessé fez vir seus sete filhos à presença de Samuel, mas Samuel disse: “O Senhor não escolheu a nenhum deles”. E acrescentou: “Estão aqui todos os teus filhos? ” Jessé respondeu: “Resta ainda o mais novo, que está apascentando as ovelhas”. E Samuel ordenou a Jessé: “Manda buscá-lo, pois não nos sentaremos à mesa, enquanto ele não chegar”. Jessé mandou buscá-lo. Era ruivo, de belos olhos e de formosa aparência. E o Senhor disse: “Levanta-te, unge-o: é este! ” 13Samuel tomou o chifre com óleo e ungiu Davi na presença de seus irmãos. E a partir daquele dia, o espírito do Senhor se apoderou de Davi. A seguir, Samuel se pôs a caminho e voltou para Ramá.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X