Arquidiocese de Palmas

Dia do Catequista é marcado com estudo

O Dia do Catequista foi marcado com evento na Arquidiocese de Palmas, no qual teve uma manhã dedicada ao estudo do Documento 107 da CNBB "Iniciação à vida Cristã: Itinerário para formar discípulos missionários", neste sábado, 26.

Com cerca de 180 participantes o Documento teve sua apresentação realizada pelo Arcebispo de Palmas Dom Pedro Brito Guimarães. Os ensinamentos são fontes de inspiração para a atuação deste grupo no desenvolvimento de suas atividades. Atualmente, a Arquidiocese conta com aproximadamente 300 catequistas que atuam desde a iniciação infantil até a catequese com adultos. 

No período vespertino, a programação também foi preenchida com formação, descontração e confraternização, obedecendo a proposta comemorativa do dia.
Para a coordenadora Diocesana Vera Lúcia Capela Neves Cardoso, hoje, o maior desafio para o catequista é chegar ao coração dos catequisandos, ao centro da família. Por isso é necessário o aprimoramento e a busca por mecanismos eficientes. "O dia do Catequista é importante porque precisamos valorizar essa pessoa que doa sua vida pelo projeto de Jesus Cristo", observou a Coordenadora.

Conforme Dom Pedro  Guimarães, o grupo de catequistas é sempre disposto e assíduo nas formações. "A gente precisa cada vez mais se interar na arte de conquistar as pessoas, de evangelizar e só a formação permanente, contínua que vai dando esses passos". O Arcebispo concluiu afirmando que a catequese tem um peso muito grande na visão da igreja.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X