Dia Estadual do Católico é criado no Tocantins

No Estado do Tocantins, a Lei nº 4.454, 4 de julho de 2024, instituiu o Dia Estadual do Católico a ser comemorado anualmente no dia 8 de setembro, presente no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (9). A data foi escolhida por coincidir com o Dia da Natividade de Nossa Senhora, uma das datas mais importantes do calendário católico. Desde 1993, a data é feriado estadual para celebração da padroeira do Estado do Tocantins (Lei nº 627), Nossa Senhora da Natividade.

A Lei, que é de autoria do deputado estadual Fabion Gomes, natural de Tocantinópolis, também prevê que, no Dia Estadual do Católico, instituições e entidades religiosas sejam incentivadas a realizar eventos e atividades que promovam a reflexão, a oração e a celebração da fé católica.

Em diversos estados e cidades brasileiras, leis foram recentemente aprovadas para instituir o Dia do Católico. Essa iniciativa visa homenagear a importância da fé católica na cultura e na história do país, além de fortalecer a identidade dos fiéis. Em geral, o Dia é marcado por missas especiais, procissões, shows religiosos, palestras, debates e ações sociais.

Outras iniciativas semelhantes:

  • Estado do Ceará: O Dia Estadual do Católico é celebrado no dia 19 de março. A lei que instituiu a data foi sancionada em novembro de 2019.
  • Estado do Paraná: O Dia Estadual do Católico é celebrado no dia 8 de setembro. A lei que instituiu a data foi sancionada em junho de 2023.

Significado da data:

O Dia Estadual do Católico é um momento para celebrar a fé católica e sua importância na vida dos fiéis. É também uma oportunidade para refletir sobre os valores da Igreja Católica, como a caridade, a justiça e a solidariedade. A data também serve para fortalecer a identidade dos católicos e sua relevância na sociedade brasileira, além de ser uma oportunidade de promover o diálogo inter-religioso. A data é um convite à reflexão, à oração e à vivência dos valores cristãos.

Segundo o documento que propõe a Lei, a data reforça o senso de unidade e coesão social, incentivando aos cidadãos a se unirem em torno de valores comuns e  jutos trabalharem para o bem-estar de todos. O documento também pontua: “A Igreja Católica é conhecida pela sua ênfase na solidariedade, na ajuda aos menos afortunados e no acolhimentos necessitados. A instituição desta dta confirma e incentiva os princípios de solidariedade e caridade que são fundamentais para a fé católica”.

Folha 2 do projeto de Lei para a criação do Dia Estadual do Católico de autoria do Deputado Estadual, Fabion Gomes.
Diário Oficial do Estado do Tocantins do dia 9 de julho de 2024 que sanciona a Lei nº 4.454.

 

Posts Relacionados