Arquidiocese de Palmas

Diário de um peregrino – Fim da caminhada

Amados, amadas de Deus, tenho sede!

"COMBATI O BOM COMBATE, TERMINEI MINHA CAMINHADA, MANTIVE A FÉ".

Foram estas as primeiras palavras que me vieram em mente depois de cruzar os umbrais da velha e amada Catedral de Santiago. Comecei a caminhada no Convento dos Padres Mercedários, em Sárria, no dia 26, às 09:30h e cheguei a Santiago no dia 29, às 14:30h.

Quando adentrei naquele espaço sagrado, só não vibrei mais por falta de forças físicas, mas revigorado no Espírito. Consegui fazer em apenas 4 dias aquilo que muitos só conseguem em 5 dias. Caminhei os 112 km que dista Sárria de Santiago. Fiz a experiência da fragilidade do corpo humano e da firmeza da fé. A fé venceu. Sempre vencerá.

Cruzei vales e campinas, montanhas e baixadas, passei por águas, lamas, pedras, subidas e descidas, frios, neves, gelos… tudo, enfim, para chegar são e salvo espiritualmente aonde cheguei.

Hoje, aqui em Fátima, estou arrastando os pés, curando as feridas, massageando os lugares doloridos. Mas feliz espiritualmente. Comprei uma camiseta em que diz: "sem dor não há glória"! Eis aí o meu consolo final. Obrigado pela torcida, ajudas, orações e apoio. Deus os paguem. Agora estou me preparando para ir a Roma ao encontro do santo padre, o papa. E depois retornar ao Brasil.

Um abraço fraterno e até logo. Fiquem todos com Deus.

Dom Pedro

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X