Arquidiocese de Palmas

Dom Pedro Brito: jamais se faz tudo, mas Concílio tem sido vivido plenamente

O arcebispo de Palmas evidencia-nos que tudo que fazemos é marcado pela nossa contingência: nunca se consegue fazer tudo. Mesmo o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo – que é maior do que o Concílio Vaticano II –, “eu pergunto, nós praticamos todo o Evangelho? Faço a mesma alegoria com relação ao Concílio Vaticano II” que, mesmo assim, tem sido vivido plenamente

Raimundo de Lima – Cidade do Vaticano
Amigo ouvinte, na edição de hoje do quadro “Nova Evangelização e Concílio Vaticano II” iniciamos a participação do arcebispo de Palmas – TO, Dom Pedro Brito Guimarães, desde dezembro de 2010 à frente desta Igreja particular da região Norte do Brasil.
A Igreja, tal como a conhecemos hoje, é fruto do Concílio

 

Dando voz aos nossos pastores, neste espaço de formação e aprofundamento temos trazido um pouco da caminhada eclesial no Brasil e América Latina na esteira conciliar, bem sabendo que a Igreja, tal como a conhecemos hoje, é fruto do Vaticano II.
Nesta primeira participação o arcebispo de Palmas nos traz suas considerações iniciais sobre o acolhimento e implementação do Concílio em nossa realidade dizendo-nos não conhecer uma Igreja antes do mesmo. “Não tenho a menor experiência de uma Igreja pré-conciliar”, afirma ele, acrescentando que o Vaticano II tem sido realizado plenamente.
Dom Pedro evidencia-nos que tudo que fazemos é marcado pela nossa contingência. Nunca se consegue fazer tudo. Mesmo o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo – que é maior do que o Concílio Vaticano II –, “eu pergunto, nós praticamos todo o Evangelho? Faço a mesma alegoria com relação ao Concílio Vaticano II”, diz ainda nosso convidado. Vamos ouvir na íntegra clicando abaixo.

Fonte: Vatican News

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X