Arquidiocese de Palmas

Dom Pedro está em missão no Timor Leste

O Timor Leste, na Ásia, vai acolher, pela primeira vez, um encontro das presidências das Conferências Episcopais dos Países de Língua Oficial Portuguesa (Portugal, Brasil, Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné Biassau, São Tomé e Principe e Timor Leste), entre 6 e 10 de Setembro.

O encontro, que será realizado na capital Díli, terá como tema a proliferação das seitas nos países de Língua Portuguesa. Esta é uma questão central em Timor Leste, país onde o problema se coloca de forma preocupante, explica o padre Manuel Morujão, porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP). ?Há o dever da Igreja de alertar os cristãos para que não enveredem por uma meia verdade, por verdades distorcidas ou incompletas.?

Perante o aumento das seitas, é importante que a Igreja seja suficientemente clarificadora para os menos avisados. ?Este aumento das seitas é um alerta para a Igreja, para dizer como é que nós, católicos, estamos a evangelizar. Mas devemos estar atentos, para que os fiéis da Igreja Católica não se deixem levar por teorias fáceis, por movimentos em que o sentimento é exaltado e em que, muitas vezes, são explorados?, adverte o padre Manuel Morujão.

Representação Brasileira

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou para este evento o arcebispo de Palmas, Dom Pedro Brito Guimarães, como seu representante. Serão 10 pessoas da América Latina, África e Europa a partirem como delegados. 

Dom Pedro, que é responsável pela Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, saiu de Palmas no dia 02 de setembro e retornará no dia 15 de setembro.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X