Arquidiocese de Palmas

Dom Pedro Guimarães faz correlação entre a Paixão de Cristo e o sofrimento vindo da pandemia

Neste sábado, 02, o tríduo pascal continua com a Celebração da Paixão e Morte de Jesus, momento vivenciando com sentimento de pesar e oração. O Arcebispo Metropolitano de Palmas, Dom Pedro Brito Guimarães, direciona uma fala aos milhares de fiéis que junto com Jesus fazem o trajeto até o calvário.

“Costumo dizer que teologicamente há uma inter-relação existencial entre a paixão de Cristo e a paixão do mundo. A paixão de Cristo é uma parábola da paixão do mundo e a paixão do mundo é uma parábola da paixão de Cristo. Neste ano, como aconteceu com ano passado, estamos vivendo duas quaresmas: a quaresma litúrgica e a quaresma existencial. Os sofrimentos que estamos vivendo hoje podem ser comparados ao sofrimento de Jesus na cruz”, disse Dom Pedro referindo-se ao momento pandêmico.

“Cristo está morrendo nas mais de 300 mil pessoas mortas no Brasil. Em cada morte o corpo de Cristo, sua Igreja, morre também. Em cada morte, ficamos mais pobres, morremos todos igualmente. A sua paixão está continuada na nossa paixão. Tudo o que veremos na paixão litúrgica, vivemos na paixão existencial”, concluiu o Arcebispo.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Programa Hora da Ave Maria

Domingo
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Sábado
X