Neste Sábado de Aleluia, 31, o Arcebispo Metropolitano de Palmas Dom Pedro Brito Guimarães presidiu a  Vigília Pascal, na Catedral do Divino Espírito, marcada por emocionantes momentos na celebração que sela o triunfar de Jesus sobre a morte, superando o luto e evidenciando o ponto máximo da fé cristã.

A Vigília iniciou-se na parte externa da Catedral onde o Círio Pascal foi aceso representando a Luz de Cristo. O Glória foi cantado, após ficar toda a quaresma fora da liturgia, os símbolos cristãos e o altar foram descobertos em sentido de superação do luto, contribuindo com o clima de festa e alegria.

Na Liturgia da Palavra, as leituras lembraram a criação do mundo pelo mistério do amor de Deus, a promessa que se cumpriu e a Salvação em Cristo que, por graça, nos dá vida eterna. Outro momento marcante foi a  Renovação das Promessas Batismais, com a participação dos fiéis, em um lindo momento de compromisso com o Senhor.

Em sua homilia, Dom Pedro afirmou que a Criação é um dos maiores dons de Deus e que Ele recria a humanidade através da ressurreição de Cristo. Segundo o Arcebispo, vive-se hoje sob o regime da nova criação e, a partir disso, ele dividiu três partes essenciais de atitudes que devemos ter em nossas vidas. A primeira é o encantamento com o esplendor da beleza de Deus. A segunda é o entusiasmo e o terceiro e último é o compromisso concreto como filhos de Deus em nossa caminhada.

“Estamos aqui vigiando, assim como Maria Madalena, para o encontro de Cristo, que ressuscitou dos mortos ao terceiro dia, conforme as Escrituras”, disse Dom Pedro.