Uma missa realizada no sábado, 07, marcou o aniversário de 10 anos das Equipes de Nossa Senhora, na Arquidiocese de Palmas. Criado em 1938, pelo padre Henri Caffarel, em Paris, o Movimento chegou ao Brasil em 1950 e conta hoje com nove grupos em Palmas.

No dia de Nossa Senhora do Rosário, a Paróquia Monte do Carmo, onde o trabalho do Movimento começou, sediou a Missa  celebrada por Dom Pedro Brito Guimarães, Arcebispo Metropolitano de Palmas, o qual colocou Maria na centralidade de sua homilia. O Arcebispo destacou a encarnação de Deus por meio do nascimento de Jesus Cristo na terra, como a  novidade apresentada pelo Cristianismo, sendo Maria, a escolhida para que a ação de Deus se manifestasse.

Cada uma das nove equipes tem uma padroeira, as escolhidas para Palmas foram Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora de Guadalupe, Nossa Senhora do Sagrado Coração de Maria,  Nossa Senhora das Mercês, Nossa Senhora Rainha da Paz, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Nossa Senhora das Graças e Nossa Senhora da Divina Providência.

Coordenam o Setor em Palmas, o casal Lázaro da Silva Dutra Junior e Zilma Clemente Araújo Dutra. Lázaro explica a metodologia do grupo. "Trabalhamos a espiritualidade com os casais. Nós trabalhamos com pontos concretos de esforços e os casais vão tentando passo a passo,  gradativamente, conseguir a oração conjugal, a oração pessoal, o dever de sentar-se para o diálogo".

Podem participar das Equipes somente casais unidos pelo sacramento do matrimônio. Como o Movimento é supraparoquial, é possível encontra-lo em diversas paróquias.