Com o objetivo de avaliar a caminhada da Pastoral da Criança em 2017 e planejar as atividades para 2018, aconteceu neste final de semana a Assembleia Ordinária Arquiocesana da Pastoral da Criança, nos dias 2, 3 e 4 de fevereiro. O encontro ocorreu na Paróquia São João Batista, localizada na quadra 1106 Sul, em  Palmas.

A Assembleia contou com a participação de todas as coordenadoras paroquiais integrantes da Arquidiocese de Palmas, contemplando as cidades de Novo Acordo, Lajeado, Aparecida do Rio Negro e de toda região da Capital. Também esteve presente a coordenadora Estatual da Pastoral, Antônia das Dores Pereira e a presidente do Conselho de Leigos, Merie Gomes de Oliveira.

Além da avaliação anual de 2017, o planejamento apresentado para este ano foi preparado em suas respectivas paróquias e socializado por suas coordenadoras e líderes. A presidente do Conselho de Leigos abordou e desenvolveu o conteúdo para os “Primeiros mil dias da criança”, no qual corresponde o período de gestação até os dois primeiros anos de vida da criança, trabalho realizado voluntariamente pelas pastorais. Na oportunidade, Merie Gomes discorreu também sobre o ano do Laicato.

A coordenadora Arquiocesana da Pastoral, Irmã Anair Maria Loro, contou que houve esclarecimento de dúvidas, partilha de materiais da pastoral, momentos de laser e momento de espiritualidade muito forte.

Para finalizar o encontro, o Arcebispo Metropolitano de Palmas, Dom Pedro Guimarães deixou como mensagem para todas as participantes, sobre a importância da mulher na promoção e na defesa da vida, em suas diversas situações. Na oportunidade, o Padre Cristiano Luz Frade, pároco da Paroquia São João Batista discorreu sobre a mística da Pastoral da Criança e suas atribuições.