Arquidiocese de Palmas

Organismos Sociais da Arquidiocese Palmas promovem ação “Dar de comer e promover cidadania” pelo Estado

Dom Pedro e voluntários da Arquidiocese de Palmas

 

A Caritas Arquidiocesana de Palmas e a Ação Social Arquidiocesana de Palmas – ASAP, firmaram parceria com a Fundação Banco do Brasil e a Fundação Itaú Social, respectivamente, para aquisição de kits de alimentos e produtos de limpeza. A ação “Dar de comer e promover cidadania” arrecadou um total de 27 toneladas de alimentos, beneficiando 3600 pessoas diretamente.

Os mantimentos adquiridos pela Caritas foram distribuídos nos 11 municípios que compõem a Arquidiocese de Palmas, total de 300 cestas básicas e kits de higiene. Além disso, 300 cestas para os municípios que compões a diocese de Porto Nacional e 300 para os municípios que compõem a prelazia de São Felix do Araguaia – MT.

Já a ASAP, através da parceria, já beneficiou 716 famílias em situação de vulnerabilidade social, no período de maio, junho e julho, com 2.300 cestas básicas, kits de material de limpeza e higiene pessoal. A aquisição e distribuição estão sendo realizadas por meio dos parceiros, que são Paróquias e Pastorais Sociais. Além da alimentação e higiene, também está ocorrendo a doação de marmitas e gás de cozinha, dentre outras necessidades apuradas, de modo a atender todas estas famílias em seu território de atuação.

As arrecadações estão sendo distribuídas pelo Vicariato da Ação Social da Arquidiocese de Palmas – VASP, coordenada pelo Padre Martins, pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Pedro Brito Guimarães, junto com a equipe de voluntários, que já percorreu os 11 municípios da Arquidiocese levando solidariedade e distribuindo os kits adquiridos.

Para o desenvolvimento da ação, o Vicariato da Ação Social conta com o empenho de mais de 80 voluntários espalhados em todos os municípios aonde foram doados os alimentos, fazendo diagnóstico das famílias, cadastrando-as e levando os alimentos.

Beneficiados

Dentre os beneficiários diretos, a prioridade são famílias que contenham maior número de crianças e adolescentes, pessoas idosas, pais de famílias desempregados e empreendedores de pequenos negócios informais (vendedores ambulantes), afetados pelo efeito do isolamento social, fazendo com que suas atividades de geração de renda e sustento da família tenham sido afetadas.

Nestes tempos de Pandemia e isolamento social, a Arquidiocese lembra que as crianças não foram esquecidas, sendo doados pela Caravana 600 livros infanto-juvenil para leitura e entretenimento da garotada.

Para o Diácono Amilson Rodrigues Silva, a ASAP e a Caritas cumprem o seu papel institucional com essa ação, levando alimento e solidariedade a muitas pessoas. “É uma ação de grande valia. Estamos vivenciando na prática o lema da Campanha da Fraternidade deste ano: “Viu, teve compaixão e cuidou dele”. Cuidar dos mais vulneráveis é a missão de todo Cristão, Jesus o Bom Samaritano nos ensinou isso”, assegurou.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X