Arquidiocese de Palmas

ORIENTAÇÕES LITÚRGICO-PASTORAIS, EM TEMPO DE PANDEMIA

 

O Arcebispo Metropolitano de Palmas, Dom Pedro Brito Guimarães, publicou o documento com as orientações Litúrgico-pastorais em tempo de pandemia. O texto do documento pode ser conferido abaixo, e baixado no final do texto.

Tempo complexo este nosso: “teremos o março mais triste de nossas vidas” (Margarete Dalcomo). Nossa missão nesta crise pandêmica é consolar. E consolar significa “dar solo” às pessoas que estão desoladas e desconsoladas.

No consolo do Espírito, em observância ao decretado pela Prefeitura Municipal de Palmas, publicado no Diário Oficial de Palmas, Edição, n. 2.689, de março de 3 de 2021, no qual é determinado textualmente: “§ 2º “As missas, cultos, liturgias e celebrações de qualquer natureza deverão acontecer no formato online, a fim de evitar a aglomeração de pessoas, sem restrição de horário”, livremente determinamos, o quanto segue:

  1. Observar diligentemente o que está no Decreto, no tempo, no modo e na forma.
  2. E conforme já foi determinado, em 20/03/2020, as missas sejam celebradas nas Paróquias, sem a presença de muitas pessoas, somente com uma pequena Equipe de canto e de celebração e seguindo os conhecidos protocolos sanitários, amplamente divulgados: não aglomeração, distanciamento, higienização, máscara, álcool em gel, entre outros.
  3. Deixar as Igrejas abertas, no tempo estabelecido pelo Decreto, para que as pessoas possam rezar, no silêncio e no isolamento.
  4. Orientar os fiéis à comunhão espiritual, conforme ritual já seguido, em outras ocasiões.
  5. Trabalhar pastoralmente, sobretudo, neste tempo de vigência do Decreto, mais de forma remota ou virtual as ações litúrgicas que estavam previstas para serem presenciais.
  6. Respeitar os sentimentos de pessoas que não sentem seguros ou à vontade a virem e a servirem nas celebrações litúrgicas.
  7. Abrir espaços, canais e serviços de comunicações, por telefone ou por outros meios, com os fiéis da Paróquia, pelo padre ou por outras pessoas especializadas, para escutar, assistir e orientar as pessoas que precisarem de assistência religiosa. Pedimos cordialmente que não deixem de atender às pessoas em suas necessidades, materiais e espirituais, conforme está decretado: “em organizações religiosas para atendimentos individualizados previamente agendados” (Art. 1, § 1, n. XV).
  8. Utilizar os subsídios litúrgicos, produzidos pela CNBB, para as celebrações dominicais, em família. Estes subsídios são comumente postados, a partir de sextas-feiras, no site da CNBB. Neste caso, não apenas indicá-los, mas baixá-los e disponibilizá-los para quem desejar utilizá-los.
  9. Por fim, sem prejuízos espiritual e pastoral, aproveitar este tempo de deserto para descanso, leitura, meditação, oração e silêncio orante, voltando-se mais para o interior de cada um, do que para o mundo exterior.

A esperança é a arma dos vencedores. De esperança em esperança, continuemos cantando e rezando juntos: “Que o vento leva, que a chuva lave, que a alma brilhe e o coração acalme”, até que passe a tormenta.

Estas orientações são, sobretudo, para as Paróquias que estão domiciliadas no Município de Palmas.

 

Dom Pedro Brito Guimarães

Arcebispo de Palmas

 Palmas, 4 de março de 2021

 

ORIENTAÇÕES LITÚRGICO-PASTORAIS, EM TEMPO DE PANDEMIA

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X