Papa Francisco nomeia novo Bispo de Tocantinópolis

Na manhã desta terça-feira (19/03), solenidade de São José, a Nunciatura Apostólica do Brasil comunicou a decisão do Papa Francisco de nomear o mons. Carlos Henrique Silva Oliveira, do clero da Arquidiocese de Brasília, como quinto bispo da Diocese de Tocantinópolis. O anúncio foi realizado, simultaneamente, em Tocantinópolis por Dom Giovane Pereira de Melo e em Brasília por Dom Paulo Cézar Cardeal Costa.

Criada em 14 de novembro de 1980, pelo papa São João Paulo II, a Diocese de Tocantinópolis está localizada no extremo norte do Estado do Tocantins, na microrregião Bico do Papagaio. A jurisdição diocesana possui uma área de 15.761km2 e a população em torno de 214 mil habitantes, em 25 municípios. A Diocese contabiliza 15 paróquias, 17 padres diocesanos, 02 religiosos presbíteros, 03 diáconos permanentes, 06 seminaristas e 02 congregações religiosas femininas.

Os municípios que fazem parte do território diocesano são: Aguiarnópolis, Ananás, Angico, Araguatins, Augustinópolis, Axixá do Tocantins, Buriti do Tocantins, Cachoeirinha, Carrasco Bonito, Darcinópolis, Esperantina, Itaguatins, Luzinópolis, Maurilândia do Tocantins, Nazaré, Palmeiras do Tocantins, Praia Norte, Riachinho, Sampaio, Santa Terezinha do Tocantins, São Bento do Tocantins, São Miguel do Tocantins, São Sebastião do Tocantins, Sítio Novo do Tocantins e Tocantinópolis.

Conforme a interpretação do Diretório para o Ministério Pastoral dos Bispos (n. 233), a Diocese de Tocantinópolis estava vacante desde o dia 14 de abril de 2023, quando Dom Giovane Pereira de Melo tomou posse como primeiro bispo de Araguaína.

Presidente da CNBB Norte 3, Dom Pedro Brito Guimarães, acolhe novo bispo

“Estimado Mons. Carlos Henrique, estimados padres, religiosas, seminaristas, leigos e leigas, cordiais e fraternas saudações! Nada melhor e mais agradável do que acordar, de manhãzinha, no clima de festa de São José, e receber a notícia da nomeação do Mons. Carlos Henrique para bispo de Tocantinópolis. Mais de um ano de espera, de oração e de contatos com a Nunciatura. Imagino a alegria de vocês quando desta publicação. Assistir, em vídeo, as vibrações, ouvi as palmas e o badalar dos sinos da Catedral de Tocantinópolis. Segundo Dom Tonino Bello ‘o bispo é aquele que faz os sinos tocarem’.

Seja bem-vindo, em nome do Senhor, Mons. Carlos Henrique. Sinta-se acolhido e integrado ao colégio episcopal, notadamente ao Regional Norte 3. Tocantinópolis, vibre, cante, reze e prepare uma bela festa para acolher o seu pastor. Confiamos a São José, Patrono da Igreja, esta nova missão. Rezemos todos uns pelos outros.”

Monsenhor Carlos Henrique Silva Oliveira

Nascido em Brasília, no dia 13 de agosto de 1972, monsenhor Carlos Henrique cursou Filosofia e Teologia no Seminário Maior Nossa Senhora de Fátima (1995-1997). Foi ordenado presbítero em 7 de dezembro de 2002, sendo incardinado na Arquidiocese de Brasília. É pós-graduado em Direito Canônico familiar pela Faculdade de Teologia da Arquidiocese de Brasília e mestre em Direito Canônico pelo Instituto Superior de Direito Canônico do Rio de Janeiro, extensão Goiânia.

Na Arquidiocese de Brasília, ocupou os seguintes cargos: administrador paroquial (2002-2004) e depois pároco (2004-2007) da Paróquia Santíssima Trindade em Gama-DF; pároco da Paróquia Santo Inácio de Loyola (2010-2014) e da Paróquia São Pedro de Alcântara em Brasília-DF (2014- 2022); coordenador da Comissão de Proteção a Menores e Pessoas Vulneráveis; vigário episcopal para a Pastoral Social e Cáritas; juiz do Tribunal Eclesiástico; vigário episcopal do Vicariato Centro; membro do Conselho Presbiteral. Foi também sacerdote Fidei donum na Diocese de Roraima-RR (2007-2010). Desde 2023 até o momento é pároco da Paróquia Santo Cura D’Ars em Brasília-DF.

Fonte: CNBB Norte 3

Posts Relacionados