Arquidiocese de Palmas

Artigos › 19/02/2019

Primavera da Juventude

“Jesus Cristo vai falar, sempre fala com amor. Nas feições da juventude eu te vejo, meu Senhor”. Assim aclamávamos o evangelho na Campanha da Fraternidade de 1992, sobre a juventude, caminho aberto. Este breve poema, da minha autoria, é testemunho da minha declaração de amor à juventude, que não é de hoje, e cada dia aumenta mais. Sou igual a Dom Bosco que dizia que amava os jovens só pelo fato de serem jovens.

O famoso poeta italiano, Giorgio La Pirra disse, certa vez, que “os jovens são como os pássaros, voam sempre em direção da primavera”. E é verdade. Além de estarmos vivendo a estação da primavera, a juventude, no Brasil, está vivendo a verdadeira estação de primavera. E a primavera que está se despontando nos horizontes da Igreja Católica para que a juventude possa alçar vôo são: a CF-2013 e a 27ª JMJ – Rio-2013.

Estes dois eventos propriamente joviais, embora sejam somente em 2013, já começaram. Parece longe, mas não é. É ilusão de ótica. Está perto. É bem aí. O Texto Base da CF está sendo elaborado e a Cruz Peregrina, juntamente com o ícone de Nossa Senhora, estão a caminho do Rio de Janeiro, antes percorrendo as 274 dioceses do Brasil. Aqui, em Palmas, aportarão nos dias cinco a sete de maio de 2012.

Dizia meu velho pároco, de saudosa memória, que “o que cansa não é a caminhada, é a pressa de chegar ou não querer chegar”. Sem pressa para não cansar e com vontade de chegar ao Rio de Janeiro, queremos juntos dar os primeiros passos, aproveitando este Dia Nacional da Juventude (DNJ), para fazer o anúncio e a solene convocação de todas as expressões juvenis, de todas as tribos e idades, para se unirem a nós neste grande mutirão missionário em prol da evangelização da juventude.

O papa Bento XVI disse recentemente que tanto os pais como a Igreja, nossa mãe, devem dar a seus filhos duas coisas: raízes e asas. Raízes para se firmar e asas para voar. As Redes Sociais, verdadeiras máquinas voadoras, estão facilitando estes vôos da juventude rumo ao Rio-2013. Basta utilizar destas máquinas potentes e destes instrumentos eficazes para voar, voar, subir, subir… Nem é preciso criar outras asas. Basta estar conectados a estas Redes Sociais. Os “nativos” – como são chamados os jovens que nasceram na revolução tecnológica- sabem muito bem como utilizá-los. Palavras como “internauta”, “facebook”, “conectar”, “navegar”, “twittar”, “teclar”, “fazer dowloud”, “interatividade” etc fazem parte do vocabulário dos jovens de hoje. Projetos como “Jovens Conectados” (www.jovensconectados.org.br), “Lectionautas” (www.lectionautas.org.br), “Bote Fé” e “Aqui tem jovem” (www.rio2013.com) etc estão aí a desafiar a criatividade, à inteira disposição para tocar os corações e evangelizar e vocacionalizar a juventude.

Peço encarecidamente a todos, sobretudo aos jovens e os padres, que dinamizem o DNJ. Qualquer coisa que se faça é melhor e é diferente do que não fazer nada.

Fé mais firme, esperança mais jubilosa e amor mais ardente são os meus desejos para a primavera da juventude propriamente dita, bem como para a juventude acumulada de todas as épocas e de todas as idades.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X