Reitor do Seminário comemora 15 anos de sacerdócio

A festa de Santo André, dia 30 de novembro, é uma data significativa para a Igreja Católica, pois faz memória do primeiro apóstolo de Jesus Cristo. Mas, de forma especial, é significativa para o padre Marcos Antônio Tavoni, natural de São Carlos-SP e que completou neste dia 15 anos de sacerdócio. "Não me arrependo em nenhum momento da minha escolha. Sou feliz no que faço e, se pudesse escolher novamente, faria tudo de novo e com mais capricho", relatou o sacerdote na missa em ação de graças realizada na Paróquia Santo Antonio, na quadra 110 Sul.

Estiveram presentes na missa o arcebispo de Palmas, Dom Pedro Brito Guimarães; o bispo de Porto Nacional, Dom Romualdo Matias Kujawski; o vigário geral da arquidiocese, Monsenhor Rui Cavalcanti; o vigário episcopal da região São Pedro, frei Vicente; membros do clero; os seminaristas da Província Eclesiástica de Palmas; religiosas e consagrados das Novas Comunidades; membros do Caminho Neocatecumenal e Focolari; e os paroquianos da Santo Antonio.

Em sua homilia, Dom Pedro destacou a primeira e principal característica da Igreja, a apostolicidade, entendida como missão. E, citando o papa Bento XVI, exortou o padre Marcos a "fazer com que o povo de Deus viva a fé de uma forma mais bela e alegre".

Ao final da celebração, foram lidas mensagens de pessoas que marcaram a vida de padre Marcos, como seus pais e amigos sacerdotes, além de receber os cumprimentos dos presentes.

Sobre Padre Marcos

Foi ordenado sacerdote no dia 30 de novembro de 1996. Em 1997, veio como missionário para a recém criada Arquidiocese de Palmas, onde trabalhou na atual paróquia Santa Filomena, paróquia Santo Antonio e nas cidades de Santa Tereza e Lagoa do Tocantins. Atualmente, é reitor do Seminário Interdiocesano do Divino Espírito Santo e da Casa de Maria Rainha da Paz.

Posts Relacionados