Arquidiocese de Palmas

Tiroteio em Munique: Bento XVI e Arcebispo expressam profunda dor

VATICANO, 25 Jul. 16 / 01:30 pm (ACI).- O ataque terrorista que ocorreu na tarde da última sexta-feira na cidade alemã de Munique suscitou a resposta dos bispos alemães e inclusive do Papa emérito Bento XVI.

Um homem disparou contra nove pessoas – entre elas três turcos e três kosovares – em um centro comercial da cidade, o qual parece haver sido um ataque racista sem vínculos com o terrorismo islâmico, segundo as autoridades.

Papa Bento XVI “foi informado acerca do ataque em Munique, reza pelas vítimas inocentes e expressa suas condolências e proximidade aos familiares”, disse seu secretário pessoal e Prefeito da Casa Pontifícia, Georg Gänswein, à agência ANSA.

 

Joseph Ratzinger – o Papa alemão – foi Arcebispo de Munique entre 1977 e 1982.

Por outro lado, o Presidente da Conferência Episcopal da Alemanha e Arcebispo de Munique e Frisinga, Cardeal Reinhard Marx, afirmou: “Este ato terrível me impactou e me causou uma grande tristeza”. “Minhas orações estão com as vítimas e suas famílias, espero que os feridos possam voltar logo para casa”.

O Arcebispo de Munique acrescentou que “quase todos os dias somos testemunhas de como aumenta a violência e o ódio em muitos lugares, uma violência que envenena a nossa sociedade com o medo e o terror”.

O Cardeal pediu aos católicos para que rezem por todas as vítimas do terrorismo e da violência e ele mesmo presidiu uma celebração na igreja de Liebfrauendom na noite do último domingo pelas vítimas e seus familiares.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X